Mandamentos da Cobrança de Dívida em Cartório

mandamentos

Antes de mais nada, cobrar uma dívida exige cuidados para que o prejuízo financeiro, ou de relacionamento com o cliente, não se torne ainda maior. Para auxiliar você a ser mais eficiente na cobrança de dívidas em cartório, preparamos este material com dicas para melhorar a performance das suas cobranças.

1º Mandamento – Cobrarás a dívida o quanto antes

Primeiramente, nossa primeira dica responde a principal dúvida de todas: qual o momento ideal para protestar uma dívida? E a resposta é: o mais rápido possível! Mais da metade das dívidas recuperadas foram enviadas a protesto no máximo 15 dias após a data da inadimplência do cliente. Os números de 2020 não mentem: quanto antes a dívida for cobrada, maiores as chances dela ser paga.

Em números: títulos vencidos até 15 dias são os mais recuperados via protesto

Dívida em cartório

Do total de títulos recuperados em 3 dias úteis, 91% foram enviados para cobrança em cartório no máximo 15 dias após o vencimento. Essas dívidas ainda estão ”frescas” na memória do devedor.

2º Mandamento – Conhecerás as faixas de valores que mais valem a pena cobrar

A princípio, tão importante quanto saber o momento certo para cobrar uma dívida é entender quais valores têm maiores chances de recuperação. Com essa informação, você pode fazer melhores projeções e focar seus esforços para ter mais sucesso nas cobranças.

Em números: dívidas entre R$ 200 e R$ 2.000 são as mais recuperadas

De todos os títulos pagos no primeiro trimestre, a faixa de valor com maior taxa de recuperação ficou entre R$ 500 e R$ 2.000, seguida pela faixa imediatamente abaixo, que vai de R$ 200 a R$ 500 reais.

Dívida em cartório

Veja também: Qual o valor das custas do cartório de protesto de títulos?

3º Mandamento – Manterás o cadastro dos seus clientes sempre atualizado

Manter as informações cadastrais do seu cliente sempre atualizadas é uma medida que torna suas cobranças mais efetivas. Com isso, você garante que a intimação seja entregue e o devedor fique sabendo da dívida podendo, desta forma, aproveitar os 3 dias úteis adicionais de prazo para pagá-la.

4º Mandamento – Não brigarás com seu cliente devedor

Atender bem quem lhe deve é uma forma de estimular a quitação da dívida e, até mesmo, recuperar o cliente para o seu negócio.

Para que sua empresa tenha eficiência na cobrança é importante ter políticas claras, comunicá-las de forma transparente aos clientes e executar ações rigorosamente nos prazos planejados.

Em resumo, uma palavra deve traduzir sua política de relacionamento com clientes inadimplentes: negociação!

Veja também: Conheça 4 motivos que levam os clientes a ficarem inadimplentes

5º Mandamento – Não aguardarás a dívida fazer aniversário para cobrá-la em cartório

Mais um ótimo motivo para não esperar muito e enviar um título a protesto: dívidas com até um ano de atraso têm custo zero para quem está cobrando. Neste caso, as despesas de cartório são pagas inteiramente pelo devedor após efetuar o pagamento da dívida.

Em suma, os cartórios de protesto estão sempre trazendo inovação e a força da lei para apoiar os seus negócios. Esperamos que esse material seja útil para tornar suas cobranças ainda mais efetivas.

Gostou? Compartilhe esse conteúdo com seus amigos clicando abaixo. 🙂

Ícone Facebook Ícone Twitter Ícone LinkedIn Ícone WhatsApp
Escrito por

Deixe seu comentário

Talvez você goste também

imagem de uma certidão de protesto emitida pelos cartórios de protesto
Ícone Relógio 5 min de leitura

O que é certidão de protesto?

Ler Mais
garoto pesquisando se protesto em cartório caduca ou não
Ícone Relógio 4 min de leitura

Protesto em cartório: caduca ou não?

Ler Mais
protestar duplicata
Ícone Relógio 7 min de leitura

Como protestar duplicata online?

Ler Mais
Newsletter
↑